Cidades

Sorte na Quina! Grupo de apostadores em Paraíso ganha R$1,5 milhão

Resultado da Quina premiou apostadores no Tocantins

Um bolão de um grupo de apostadores no município de Paraíso do Tocantins, a 69 km de Palmas, garantiu a bolada de quase R$ 1,5 milhão em aposta da Quina. O grupo era formado por oito participantes, que acertaram os cinco números sorteados no concurso 5545: 28, 30, 37, 64 e 76.

Além dos sortudos tocantinenses, a Quina da última quarta-feira, 21, premiou ainda outras duas apostas no País, sendo os ganhadores da cidade de São Paulo (SP). De acordo com a Caixa Econômica Federal, o valor exato de cada prêmio é de 1.491.241,88.

Se tiverem sido feitas pelo mesmo valor no momento da divisão, cada uma das cotas vale R$ 186.405,23. A lotérica onde a aposta foi realizada é a Estrela do Norte, no centro da cidade.

Oficina Ortopédica entrega primeira prótese infantil

 

Bolão

Na Quina, os bolões têm preço mínimo de R$ 10,00. Porém, cada cota não pode ser inferior a R$ 3,00. É possível realizar um bolão de no mínimo 2 e no máximo 50 cotas. É permitida a realização de no máximo 10 apostas por Bolão.

A sorte dos moradores de Paraíso não terminou por ai. Outra aposta da cidade acertou quatro dos cinco números da Quina e por isso deve receber R$ R$ 77.853,28. O site da Caixa indica que a aposta também foi na modalidade de bolão, com oito participantes, apostando seis números, na mesma lotérica. Mesmo assim, não é possível afirmar se o grupo de apostadores é o mesmo que acertou os cinco números ou outro grupo com uma aposta em condições idênticas.

Homem morre eletrocutado enquanto fazia ligação em poste de energia elétrica

Cinthia Abreu

Cinthia Abreu é jornalista e produtora cultural há cerca de 20 anos. Apaixonada por arte, cultura, natureza, turismo, o Tocantins e sua gente. Sempre disposta a ouvir e contar histórias. Email: [email protected] Instagram: @ciabreu

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo