12 C
Londres
domingo, maio 9, 2021

Senador do Tocantins também entra na disputa do pequi

Saiba Mais

Após roubo em residência, PM localiza suspeitos no centro de Palmas

Dois jovens de 21 anos foram presos pela Polícia Militar após roubarem uma residência na região central de Palmas,...

Palmas é escolhida no projeto-piloto Destino Turístico Inteligente

A cidade de Palmas está entre as dez capitais escolhidas pelo Ministério do Turismo para integrar o projeto-piloto Destinos...

Professor de Araguaína vence prêmio de linguística brasileira

O professor e pesquisador Dr. Bruno Gomes foi o grande vencedor do prêmio 'Serafim da Silva Neto', prêmio mais...
Cinthia Abreu
Cinthia Abreuhttps://www.mvnoticias.com.br
Cinthia Abreu é jornalista e produtora cultural há cerca de 20 anos. Apaixonada por arte, cultura, natureza, turismo, o Tocantins e sua gente. Sempre disposta a ouvir e contar histórias. Email: [email protected] Instagram: @ciabreu

Mais um projeto de Lei pretende tornar o pequi como patrimônio tocantinense. Foto: Secretaria de Desenvolvimento Agrário/ Divulgação

A briga pela “paternidade do pequi” ganhou agora o senador Eduardo Gomes (MDB-TO) como aliado e a discussão que estava restrita à Câmara dos Deputados agora chegou ao Senado. Ele apresentou Projeto de Lei (PL) para que o fruto seja declarado Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil.

“Fica declarado como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil, o pequi, fruto do pequizeiro, típico da culinária, da cultura, das formas de expressão e do modo de viver dos Estados de Goiás e Tocantins”, afirma o 1º parágrafo.

Chef do Tocantins ganha destaque na Revista Vogue

Na justificativa, Eduardo Gomes faz questão de alfinetar outros lugares ao dizer que o pequi é amado pelos brasileiros, encontrado em vários Estados e, por isso, propôs o reconhecimento como patrimônio cultural imaterial, mas pondera que o fruto é típico da cultura de Goiás e Tocantins, desde que os dois formavam um só ente federativo. “É importante lembrar que ninguém espera encontrar pequi em um restaurante mineiro, carioca ou paulista. Afirmar que a fruta é menos goiana ou tocantinense, além de apropriação cultural, seria absurdo comparável a dizer que, por ser amado e consumido no Espírito Santo, o acarajé é capixaba”, escreveu o senador.

Tocantins

O projeto foi proposto após a recente disputa entre os estados do Tocantins, Minas Gerais e Goiás envolvendo o pequi. No Tocantins, já existe um projeto que reconhece o fruto como patrimônio cultural, gastronômico e ambiental do Estado, apresentado pela deputada estadual Luana Ribeiro. Segundo a deputada, o pequi faz parte da identidade cultural do Tocantins e está presente na mesa e na vida de grande parte dos tocantinenses. “Eu não tenho dúvida nenhuma que o pequi é legitimamente tocantinense, está em cada praça, rua, em cada município do estado do Tocantins, inclusive temos uma cidade que se chama Pequizeiro”, afirmou.

Muitas pessoas já aderiram à tal embate, como o governador Mauro Carlesse, a prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro, artistas e até vídeos de humor.

Governador Mauro Carlesse também entrou na disputa: O pequi é nosso!

Pedido de casamento no Tocantins ganha destaque nacional

- Advertisement -

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Últimas Notícias

Após roubo em residência, PM localiza suspeitos no centro de Palmas

Dois jovens de 21 anos foram presos pela Polícia Militar após roubarem uma residência na região central de Palmas,...
- Advertisement -

Saiba Mais

Após roubo em residência, PM localiza suspeitos no centro de Palmas

Dois jovens de 21 anos foram presos pela Polícia Militar após roubarem uma residência na região central de Palmas,...

Palmas é escolhida no projeto-piloto Destino Turístico Inteligente

A cidade de Palmas está entre as dez capitais escolhidas pelo Ministério do Turismo para integrar o projeto-piloto Destinos...

Professor de Araguaína vence prêmio de linguística brasileira

O professor e pesquisador Dr. Bruno Gomes foi o grande vencedor do prêmio 'Serafim da Silva Neto', prêmio mais...
Cinthia Abreu
Cinthia Abreuhttps://www.mvnoticias.com.br
Cinthia Abreu é jornalista e produtora cultural há cerca de 20 anos. Apaixonada por arte, cultura, natureza, turismo, o Tocantins e sua gente. Sempre disposta a ouvir e contar histórias. Email: [email protected] Instagram: @ciabreu

Mais um projeto de Lei pretende tornar o pequi como patrimônio tocantinense. Foto: Secretaria de Desenvolvimento Agrário/ Divulgação

A briga pela “paternidade do pequi” ganhou agora o senador Eduardo Gomes (MDB-TO) como aliado e a discussão que estava restrita à Câmara dos Deputados agora chegou ao Senado. Ele apresentou Projeto de Lei (PL) para que o fruto seja declarado Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil.

“Fica declarado como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil, o pequi, fruto do pequizeiro, típico da culinária, da cultura, das formas de expressão e do modo de viver dos Estados de Goiás e Tocantins”, afirma o 1º parágrafo.

Chef do Tocantins ganha destaque na Revista Vogue

Na justificativa, Eduardo Gomes faz questão de alfinetar outros lugares ao dizer que o pequi é amado pelos brasileiros, encontrado em vários Estados e, por isso, propôs o reconhecimento como patrimônio cultural imaterial, mas pondera que o fruto é típico da cultura de Goiás e Tocantins, desde que os dois formavam um só ente federativo. “É importante lembrar que ninguém espera encontrar pequi em um restaurante mineiro, carioca ou paulista. Afirmar que a fruta é menos goiana ou tocantinense, além de apropriação cultural, seria absurdo comparável a dizer que, por ser amado e consumido no Espírito Santo, o acarajé é capixaba”, escreveu o senador.

Tocantins

O projeto foi proposto após a recente disputa entre os estados do Tocantins, Minas Gerais e Goiás envolvendo o pequi. No Tocantins, já existe um projeto que reconhece o fruto como patrimônio cultural, gastronômico e ambiental do Estado, apresentado pela deputada estadual Luana Ribeiro. Segundo a deputada, o pequi faz parte da identidade cultural do Tocantins e está presente na mesa e na vida de grande parte dos tocantinenses. “Eu não tenho dúvida nenhuma que o pequi é legitimamente tocantinense, está em cada praça, rua, em cada município do estado do Tocantins, inclusive temos uma cidade que se chama Pequizeiro”, afirmou.

Muitas pessoas já aderiram à tal embate, como o governador Mauro Carlesse, a prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro, artistas e até vídeos de humor.

Governador Mauro Carlesse também entrou na disputa: O pequi é nosso!

Pedido de casamento no Tocantins ganha destaque nacional

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Últimas Notícias

Após roubo em residência, PM localiza suspeitos no centro de Palmas

Dois jovens de 21 anos foram presos pela Polícia Militar após roubarem uma residência na região central de Palmas,...
- Advertisement -

Saiba Mais

Após roubo em residência, PM localiza suspeitos no centro de Palmas

Dois jovens de 21 anos foram presos pela Polícia Militar após roubarem uma residência na região central de Palmas,...

Palmas é escolhida no projeto-piloto Destino Turístico Inteligente

A cidade de Palmas está entre as dez capitais escolhidas pelo Ministério do Turismo para integrar o projeto-piloto Destinos...

Professor de Araguaína vence prêmio de linguística brasileira

O professor e pesquisador Dr. Bruno Gomes foi o grande vencedor do prêmio 'Serafim da Silva Neto', prêmio mais...
Cinthia Abreu
Cinthia Abreuhttps://www.mvnoticias.com.br
Cinthia Abreu é jornalista e produtora cultural há cerca de 20 anos. Apaixonada por arte, cultura, natureza, turismo, o Tocantins e sua gente. Sempre disposta a ouvir e contar histórias. Email: [email protected] Instagram: @ciabreu

Mais um projeto de Lei pretende tornar o pequi como patrimônio tocantinense. Foto: Secretaria de Desenvolvimento Agrário/ Divulgação

A briga pela “paternidade do pequi” ganhou agora o senador Eduardo Gomes (MDB-TO) como aliado e a discussão que estava restrita à Câmara dos Deputados agora chegou ao Senado. Ele apresentou Projeto de Lei (PL) para que o fruto seja declarado Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil.

“Fica declarado como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil, o pequi, fruto do pequizeiro, típico da culinária, da cultura, das formas de expressão e do modo de viver dos Estados de Goiás e Tocantins”, afirma o 1º parágrafo.

Chef do Tocantins ganha destaque na Revista Vogue

Na justificativa, Eduardo Gomes faz questão de alfinetar outros lugares ao dizer que o pequi é amado pelos brasileiros, encontrado em vários Estados e, por isso, propôs o reconhecimento como patrimônio cultural imaterial, mas pondera que o fruto é típico da cultura de Goiás e Tocantins, desde que os dois formavam um só ente federativo. “É importante lembrar que ninguém espera encontrar pequi em um restaurante mineiro, carioca ou paulista. Afirmar que a fruta é menos goiana ou tocantinense, além de apropriação cultural, seria absurdo comparável a dizer que, por ser amado e consumido no Espírito Santo, o acarajé é capixaba”, escreveu o senador.

Tocantins

O projeto foi proposto após a recente disputa entre os estados do Tocantins, Minas Gerais e Goiás envolvendo o pequi. No Tocantins, já existe um projeto que reconhece o fruto como patrimônio cultural, gastronômico e ambiental do Estado, apresentado pela deputada estadual Luana Ribeiro. Segundo a deputada, o pequi faz parte da identidade cultural do Tocantins e está presente na mesa e na vida de grande parte dos tocantinenses. “Eu não tenho dúvida nenhuma que o pequi é legitimamente tocantinense, está em cada praça, rua, em cada município do estado do Tocantins, inclusive temos uma cidade que se chama Pequizeiro”, afirmou.

Muitas pessoas já aderiram à tal embate, como o governador Mauro Carlesse, a prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro, artistas e até vídeos de humor.

Governador Mauro Carlesse também entrou na disputa: O pequi é nosso!

Pedido de casamento no Tocantins ganha destaque nacional

- Advertisement -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisement -

Últimas Notícias

Após roubo em residência, PM localiza suspeitos no centro de Palmas

Dois jovens de 21 anos foram presos pela Polícia Militar após roubarem uma residência na região central de Palmas,...
- Advertisement -